Pensamento Jovem

O Blog do Jovem Cristão

A vitória vem de Deus!


“Prepara-se o cavalo para o dia da batalha, porém do SENHOR vem a vitória.” (Provérbios 21:31)

Acredito que que a maioria das pessoas já falaram ou ouviram alguém dizer as seguintes frases: “Passei no vestibular por causa do meu esforço”; “Eu comprei um carro importado porque tenho muito dinheiro”; “Consegui aquele emprego por causa da minha boa formação”; etc. A princípio, pode-se concluir que essas frases estão corretas, porém, as coisas não são dessa forma…

Vejamos o que muitos livros de autoajuda/motivação dizem o seguinte: “Você é capaz de fazer tudo aquilo que deseja, porque a força reside em seu interior”. Ora, é necessário muito cuidado como essas frases, porque dá a entender que há uma independência do homem em relação a Deus. Isso me lembra um princípio pregado em muitos ramos do ocultismo: “O homem não precisa de Deus, porque ele é um deus.”

Ora, não estou dizendo que não devemos fazer esforço ou que o mesmo é inválido (tal como está escrito: “Prepara-se o cavalo para o dia da batalha,”), mas acredito que há algo acima de nossos próprios méritos: a providência divina (como diz a conclusão do versículo: “porém do SENHOR vem a vitória”.).

É necessário aniquilar a soberba e o espírito autosuficiente e reconhecer a soberania de Deus em nossas vidas. Devemos, como cristãos, manter a humildade preservada em nossos corações. Portanto, não podemos ser daqueles que batem no peito e bradam: “Eu sou cara! Eu conseguirei X pelos meus próprios méritos!”, mas daqueles que dizem: “Senhor, ajuda-me, porque sou dependente de ti. Se é da tua vontade, vai dar tudo certo.”.

😉

Anúncios

“…Tira o primeiro, para estabelecer o segundo.” (Hebreus 10:9b)

Tira o primeiro, para estabelecer o segundo? Como assim?

Essa passagem fala sobre a abolição do velha aliança, principalmente no que diz respeito à queda do sistema sacrifical. De uma forma sucinta, mas objetiva, vamos observar a comparação abaixo, que apresenta as diferenças entre os dois tipos de sacrifício:
I. O SISTEMA DE SACRIFÍCIO DO VELHO TESTAMENTO:

a. Os sacrifícios eram contínuos
Ora, sendo os animais dedicados ao sacrifício imperfeitos (por essência), os sacrifícios deviam repetir-se.

b. Abrangia somente o povo israelita
Os demais povos, conhecido como pagãos ou gentios, estavam excluídos.


II. O SISTEMA DE SACRIFÍCIO DO NOVO TESTAMENTO:

a. O sacrifício único

Jesus Cristo tornou-se a si mesmo em oblação. Ora, aqui falamos do Cordeiro de Deus, aquele que é perfeito. Portanto, não há necessidade de repetição (Hb 10:12).

b. Abrange todas as nações
Outrora somente Israel poderia pedir perdão e achegar-se a Deus, porém, o sacrifício de Jesus foi um evento tão espetacular, que modificou e aperfeiçou as bases sistema sacrifícal e sacerdotal consequentemente. Agora até os gentios (eu e você!) podem pedir perdão pelos pecados, achegar-se a Deus e alcançar a salvação (Ef 2:13-16)!
___________________________
CONCLUSÃO:
Graças a Deus o segundo foi estabelecido! Mas isso não aconteceu porque somos bonitos ou bons, até porque há várias passagens que refutam isso (Ec 7:20, Rm 3:9-10, 1 Jo 5:19). Mas sabe por qual motivo? Pela misericórdia de Deus:
“Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.” (Romanos 5:8)

Choro.

Faaala geente grande.

Belezinha? E ae, como foi o final de semana de vocês?

Bom, o assunto de hoje é o choro. Quem aqui nunca chorou né, nem que seja pelo machucado caindo de bike ou a briga pelo brinquedo com seus irmãos quando pequeno, o fato é que todo mundo já passou por isso pelo menos umas 500 vezes na vida. Conversando com uma amiga, ela me disse o seguinte versículo:

” O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem ao amanhecer.” Salmo 30.5b

Discordei dela por um minuto, e acrescentei: ” O choro pode durar uma noite, mas a dor de cabeça vem ao amanhecer. ” Rs.

Brincadeiras a parte, vamos ao que interessa. Todas as vezes que choramos, seja de tristeza ou de alegria, estamos no nosso momento ápice da vida. Ai começamos a julgar porque a vitória nunca vem, nunca estamos satisfeitos com o que temos, sempre reclamamos, se está bom, podia estar melhor, se está ruim, porque está ruim. 

Mas nas diversas curvas da vida, devemos primeiramente colocar nossa FÉ em ação e confiar no Jesus que nos escolheu.

Hoje posso dizer que, o choro pode durar anos, mas a alegria vem, quando você menos esperar, Deus está recolhendo suas lágrimas e trará a vitória.

Abraço

Sam

Virgindade: Por que escolhi?

Oi gente!

“Assuntinho batido esse hein….”
Eu sei amados, mas o escolhi porque mesmo sendo batido, escuto vários absurdos! Hoje não quero dizer que é pecado, pois todos nós sabemos que é. Hoje queria dar umas razões para você se manter firme em sua decisão!

O que me motivou a postar sobre isso foram coisas opostas:
1º Um conselho de uma jovem a uma adolescente de 16 anos: “Posso te falar uma coisa? Se não fez nada ainda está perdendo tempo”
2º” Porque esta é a vontade de Deus, a saber, a vossa santificação: que vos abstenhais da prostituição,que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santidade e honra, não na paixão da concupiscência, como os gentios que não conhecem a Deus;” (1 Tessalonicenses 4: 3,4,5) Leia mais…

Sonhos não envelhecem

Por Carlos Moreira do Genizah

Acho curioso que o homem gaste toda a vida tentando acumular coisas, pois, nu veio ao mundo, e nu sairá dele. Levará consigo tudo aquilo que é e deixará para trás tudo aquilo que possui.

Neste sentindo, a existência é mesmo implacável. Talvez por isso o sábio tenha se desiludido: “percebi ainda outra coisa debaixo do sol: os velozes nem sempre vencem a corrida; os fortes nem sempre triunfam na guerra; os sábios nem sempre têm comida; os prudentes nem sempre são ricos; os instruídos nem sempre têm prestígio; pois o tempo e o acaso afetam a todos”. Ec. 9:11. Leia mais…

Quanto tempo leva pra ser exaltado?

Faaala Galera.

Hoooje post quentin.

Daniel foi pra Babilônia no começinho do livro,  capítulo 1 quando Nabucodonosor era Rei. A história se passa, muita coisa acontece, Daniel coloca no seu coração de não se contaminar, ai vem o sonho, Daniel interpreta, começa a ser exaltado e passa a ser Governador de toda a província da Babilônia. É feita a estatuá, os 3 jovens não se prostram, são jogados na fornalha ardente e como Deus é Deus, são salvos.

Ai chega aonde eu quero chegar. Capítulo 5 do livro de Daniel, começa falando sobre Belsazar, neto de Nabucodonosor, que aproveitou que era Rei e foi fazer uma festinha no palácio. Mas, num sei se com você assim, quando minha mãe deixa as coisas dela guardada e alguém pega pra brinca, viiishi, o bicho pega. Belsazar mandou pega os utensílios que estavam no templo, utensílios esses que eram consagrados para o templo, pelo seu avô, Nabucodonosor. Começou a festinha do Bel, de repente, uma mão começa a escrever na parede, parou a festa geral. O Rei mandou chama todos os sábios do palácio pra decifrar o que estava escrito ali, veio tudo mundo e ninguém conseguia dizer o que era.

Até que a Rainha disse, lembra de Daniel, ele interpretou o sonho do seu avô, manda chama ele. Veio Daniel. O Rei Belsazar quis comprar Daniel, vou te dar vestido de púrpura, terás ouro e serás o terceiro no reino. Daniel mandou ele fica com os presentes, porque quem capacita e recompensa é Deus. Daniel ora, e começa a interpretar. MENE, MENE, TEQUEL, PARSIM, Contou Deus o teu reino, e fostes achando em falta, dividido foi o teu reino e deu-se aos medos e persas.

Daniel, foi vestido de púrpura, colocado ouro em seu pescoço, e proclamado terceiro dominador do reino. Na mesma noite Belsazar morreu, e Dario, o medo, reinou em seu lugar. 

Ao pensa comigo. Capítulo1 ao capítulo 5, Daniel sofreu, estando longe da família, num país aonde ele não conheci ninguém, não conhecia costumes, e que desde  o principio resolveu não se contaminar. Ai o mandam pra prisão, Deus começa a exalta-lo, e ele cai no ESQUECIMENTO de todos. Quando algo acontece, lembram de Daniel, ai Deus começa a revelar sua obra na vida dele.

Quantas vezes você se sente no lugar de Daniel, as pessoas, a sociedade, a igreja, os amigos, se esquecem do que Deus faz através da sua vida, através do seu ministério, e quando algo acontece, quando como diria minha mãe, a água bate na bunda, as pessoas lembram do que faz através de ti, manda te chamar nem que seja no calabouço da vida. E ai, Deus põe seu plano em prática e tudo que Ele tem pra tua vida, Ele começa a desenvolver, você começa a ser conhecido não como o anônimo que é chamado quando precisa, mas aquele que Deus usa e que pode ter a solução.  Quanto tempo isso pode demorar? Quem sabe 4 capítulos? Quem sabe como Jó que passou 37 capítulos do livro esperando uma resposta de Deus, que só veio no capítulo 38? Quem sabe como Davi que foi esquecido no campo?

Eu não sei quanto tempo ainda falta pra você ser exaltado, mas de uma coisa eu sei.

” Humilhai-vos debaixo da potente mão de Deus, que a SEU TEMPO ELE VOS EXALTARÁ. ” Tiago4.10

Abraço

Sam

Totalitarismo

______________

HUMOR CRISTÃO 😀

Porque só rindo, para não chorar… 😦

Churrasco, Pão e Ervas Amargas.

Fala Gente Boa.

Imagina um final de semana, sol, piscina, CHURRASCO, ei vida boa. Amigos, parentes, todo mundo alegre, vai dizer se não há nada melhor do que isso. Você se sente realizado, parece que nada vai abalar sua felicidade. Ai, o dinheiro vai acabando e as reuniões nos finais de semana começam a diminuir, de festas frequentes você passa a se reunir uma vez por mês e cada dia que se passa, você deixa isso de lado.

Porque? O tempo do churrasco acabou e você começa a viver, o tempo do PÃO. Sabe quando a mistura acaba e você come pão de janta, pão de almoço, pão, pão e pão. Ai a garganta seca, o pão vira mistura, a rotina cansa e você conta os dias pra se ver livre daquilo. Olha pros lados, não vê muitas opções de mudança e acha que chegou a hora de entregar a ” chave da casa”. Até que percebe que as coisas chegaram num ponto crítico, o tempo das ERVAS AMARGAS se instalou em sua casa.

O pão acabou e no fundo do armário você encontra uma erva, não sabe se é bom ou ruim, apenas coloca na panela. Quando desce pela garganta, você vê como é amargo, como aquilo é horrível, mas tem que passar por isso. É vida, se quer sobreviver, o tempo das ervas também deve ser passado.  Leia mais…

Nem rico, nem pobre

“Duas coisas peço que me dês antes que eu morra: Mantém longe de mim a falsidade e a mentira; Não me dês nem pobreza nem riqueza; dá-me apenas o alimento necessário.”  Provérbios 30:7-8

Muita gente dentro de nossas igrejas, tem apenas um objetivo na vida: ficar rico! Deixam tudo em segundo plano – Deus, família, igreja, amigos, TUDO – a fim de alcançar esse objetivo. Não que eu ache errado a pessoa se esforçar para ter uma situação financeira melhor, porém não pode fazer disso a coisa mais importante do seu tempo.

Mas a verdade é que muitas pessoas não podem ser prósperas. Não podem porque não sabem lidar com isso.  Como disse Agur na continuação do texto: “Se não, tendo demais, eu te negaria e te deixaria, e diria: ‘Quem é o Senhor?”. Essa é a realidade de muitos de nós, até buscamos em Deus, pedimos, nos esforçamos para termos uma situação melhor, mas aí, na hora em que a coisa fica boa, estufamos o peito e ‘dizemos que simplesmente não precisamos mais de dEle’.

No outro extremo estão aqueles que fracassam totalmente nessa área e ainda culpam Deus. Não aproveitam as oportunidades que tem na vida, não estudam, não se esforçam e ainda querem receber ‘as bençãos financeiras’. Resultado: se frustram e se afastam do Senhor.

Não deixe que o dinheiro seja tão influente na sua vida a ponto de te afastar da comunhão com Deus. Por outro lado, se algo der errado, não saia por ai murmurando contra Deus. Veja se você está fazendo por onde e correndo atrás de algo melhor!

Para quem vai sua adoração?

“Ele tirou os altos, quebrou as estátuas, deitou abaixo os bosques, e fez em pedaços a serpente de metal que Moisés fizera; porquanto até àquele dia os filhos de Israel lhe queimavam incenso, e lhe chamaram Neustã.” (2 Reis 18:4)

A serpente de metal, citada no versículo, nos remete ao início da peregrinação israelita. Está relatado em Números 21, que o povo, não vendo nenhum sinal aparente de água e pão, começou a blasfemar. Então, Deus enviou serpentes para picar o povo, e muitos desfaleceram. O povo veio até Moisés e pediu que ele fizesse alguma coisa. Moisés então orou e Deus respondeu: “Faze-te uma serpente ardente, e põe-na sobre uma haste; e será que viverá todo o que, tendo sido picado, olhar para ela.” (versic. 8). E assim sucedeu. (versic. 9)

Contudo, alguns se sentiram eufóricos com a figura da serpente e começaram a estabelcer culto para a mesma. E já sabemos o resultado disso: perdição total. (Ainda bem que surgiu um rei temente ao Senhor: Ezequias. Ele, literalmente, meteu o pé em tudo!)

E se pegarmos esse acontecimento infeliz e fizermos uma comparação com os dias atuais, aprenderemos uma lição muito importante: muitas vezes se faz reverência aos instrumentos, como por exemplo: cantores, pregadores, reformadores, pais da igreja, etc. enquanto esquece-se do próprio Deus! Porventura não é Ele maior que tudo isso!?

Navegação de Posts